segunda-feira, 26 de março de 2018

Cruzamento de bases de dados em nível nacional vai utilizar levantamento do censo eletrônico do TCE


O Tribunal de Contas do Estado (TCE-MA) participa, nos próximos dias 22 e 28, na Secretaria de Controle Externo do TCU no Maranhão, de videoconferência sobre cruzamento de bases de dados de pessoal nas esferas municipal, estadual e federal visando detectar acumulações ilícitas. A ação conjunta envolve TCU, TCEs e TCMs.



O Tribunal estará representado pelos auditores Karla Erlanger Lima Barreto e Luiz Carlos Melo Muniz, do Núcleo de Informações Estratégicas do TCE e agentes de integração do TCE na Rede Infocontas.



A reunião também contará com a participação do Ministério Público Estadual (MPE) e do Ministério Público de Contas (MPC), representado pelo procurador-chefe Jairo Cavalcanti Vieira.



A ideia é que os TCEs e TCMs e ainda o Ministério Público possam fornecer suas bases de dados para que o TCU faça o cruzamento com suas próprias bases de dados nas esferas municipal, estadual e federal. “O produto gerado será um rol de acumulações de cargos ilícitos no plano nacional, entre outras irregularidades”, informa o secretário do TCU no Maranhão, Alexandre Walraven.



No caso do TCE, a base de dados será o levantamento feito pelo censo eletrônico do funcionalismo municipal (Cesma) concluído recentemente.


Nenhum comentário:

Postar um comentário